Realidade aumentada: como usá-la a favor do seu negócio

realidade-aumentada-apple

Vista até pouco tempo atrás como algo futurístico, a realidade aumentada (RA) agora definitivamente já faz parte do presente. Afinal, nos últimos anos, a tecnologia vem sendo amplamente usada em diversas áreas, como os apps educacionais e os games. Aliás, a RA inclusive é a principal ferramenta de muitos jogos que movimentam somas milionárias, como o pioneiro Pokémon Go.
Porém, o uso dessa tecnologia não é de forma alguma restrito aos setores da educação e do entretenimento. Isso porque, da indústria ao varejo, passando também pela prestação de serviços, a realidade aumentada pode ser grande aliada dos negócios. Ainda mais se for utilizada a partir de equipamentos da Apple. Afinal, iPhone e iPad possuem câmeras, sensores e sistemas de ponta, projetados para dar total suporte à RA em apps nativos ou de terceiros.

5 setores impactados pela realidade aumentada
Mesmo que ainda não seja tão difundida nas empresas, a realidade aumentada precisa estar sob o radar de gestores e profissionais liberais. Pensando nisso, hoje a iPlace Corporativo lista uma série de usos dessa tecnologia que podem ser aplicados aos seus negócios.

Indústria
Não é de hoje que a tecnologia Apple ajuda a otimizar a linha de produção das indústrias. Isso porque o uso do iPad no chão de fábrica simplifica processos e aumenta a produtividade, como já mostramos aqui. Porém, a utilização de RA pode revolucionar ainda mais o setor, especialmente na criação de peças e protótipos. Afinal, realizando as primeiras etapas de testes de forma virtual, as empresas conseguem reduzir custos e acelerar o desenvolvimento.

Varejo
Cada vez mais, aplicativos de vendas estão incluindo a realidade aumentada dentre as ferramentas disponíveis aos clientes. Isso porque, com a RA, consumidores conseguem simular a presença do produto à sua frente, facilitando a decisão de compra. Exemplo disso é o app da Mobly para iPhone e iPad, que permite ao usuário testar móveis em sua casa com apenas alguns toques. Aliás, é bem provável que, em pouco tempo, aplicativos de e-commerce que não possuírem essa função acabem ficando em desvantagem.

Saúde
Apps como o Complete Anatomy já são muito utilizados para fins educacionais na área da saúde. Isso porque, através da realidade aumentada, ele apresenta com detalhes e precisão todas as camadas do corpo humano. Portanto, assim como é utilizado por estudantes de medicina, também pode ser empregado por médicos para educar seus pacientes. Além disso, o app se torna ainda mais poderoso no iPad Pro com scanner LiDAR e Motion Capture. Assim, fisioterapeutas logo poderão obter dados quantitativos sobre a melhora na mobilidade de seus pacientes durante o processo de recuperação.

Construção
Dentro do escritório, engenheiros e arquitetos precisam de computadores potentes, como o MacBook Pro, para desenvolver seus projetos. Porém, na obra, é hora de iPad e iPhone entrarem em ação. Afinal, com apps como o Arki, é possível simular in loco e em escala real todas as estruturas projetadas. Além disso, a realidade aumentada pode ser usada para serviços de reparo e manutenção, ajudando a encontrar tubulações nas paredes.

Desenvolvimento de software
Os usos da realidade aumentada são virtualmente infinitos. Logo, é possível que ainda nem exista um aplicativo pronto para a função que sua empresa necessita. Nesses casos, saiba que é possível desenvolver seus próprios apps para sistemas Apple. Com Xcode e linguagem Swift, sua equipe de TI têm acesso aos frameworks ARKit e RealityKit para criar poderosos aplicativos de RA. Ou, se preferir, pode terceirizar essa tarefa, através de serviços como o da iPlace Lab.

Quer mais detalhes sobre o uso profissional de realidade aumentada nos dispositivos Apple ou sobre a iPlace Lab? Então, entre em contato conosco e fale com um de nossos especialistas!

Foto: Apple/Reprodução

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Veja também: