Trabalho remoto e presencial: como será o pós-pandemia?

trabalho remoto

Inovar: um verbo frequentemente associado à tecnologia, mas que também tem tudo a ver com mudanças de paradigmas. Aliás, com a adoção do trabalho remoto por conta da pandemia, o que houve foi uma grande inovação nos hábitos. Sobretudo no meio empresarial, que precisou acelerar o ritmo das mudanças de mindset. Afinal, com a prática do home office, nos pusemos a repensar como e onde trabalhamos e as melhores formas de fazer isso.

Assim, hoje a iPlace Corporativo traz algumas dicas e reflexões para gestores planejarem o futuro de seus negócios no pós-pandemia. Confira!

 

O trabalho remoto veio para ficar

O primeiro ponto a ser considerado é este: tudo indica que o home office seja um modelo agora consolidado. Ou seja, tanto organizações quanto colaboradores se adaptaram bem a esse regime e estão majoritariamente satisfeitos com os resultados. Afinal, graças ao investimento em tecnologia por parte das empresas, foi possível obter alta produtividade no trabalho a distância. Inclusive, muitos gestores usaram esse período para renovar seus parques de dispositivos migrando para a plataforma Apple. Isso porque, entre outros benefícios, o ecossistema Apple permite realizar o gerenciamento remoto de dispositivos.

Dessa forma, a organização que tentar retornar ao regime 100% presencial no pós-pandemia estará, provavelmente, nadando contra a maré. Afinal, tudo indica que o modelo híbrido, mesclando a possibilidade de trabalho remoto e presencial, seja o caminho mais recomendado. Porém, a tendência é que ambos os formatos se tornem diferentes do que temos no contexto atual.

 

Mais tecnologia no escritório

Como sabemos, a pandemia impactou fortemente nossos hábitos e rotinas. Logo, mesmo quando a situação estiver controlada e tudo puder “voltar ao normal”, é provável que cuidados sanitários se mantenham. Aliás, podem inclusive ganhar ajuda da tecnologia para serem aperfeiçoados. Por exemplo, dispositivos como iPhone e Apple Watch poderão ser usados para substituir crachás e roletas, evitando contato com superfícies. Além disso, apps e soluções de Internet das Coisas podem ajudar a controlar o distanciamento social nas empresas.

 

Trabalho remoto além do home office

Se os ambientes físicos precisarão ser adaptados, é também provável que o próprio trabalho remoto sofra modificações. Afinal, o sucesso desse modelo na pandemia revelou que, na verdade, o escritório virtual não precisa ficar restrito ao lar. Por isso, uma forte tendência é que as empresas adotem o chamado anywhere office. Nesse formato, o funcionário tem a liberdade de trabalhar a partir de qualquer lugar, desde que cumpra os prazos e tarefas estabelecidos.

Tudo indica que o trabalho do futuro será mais tecnológico e flexível, conjugando os melhores indicadores de bem-estar e produtividade. Então, que tal se antecipar, equipando seu negócio com os melhores dispositivos para escritório e trabalho remoto? Entre em contato com a iPlace Corporativo e descubra as vantagens do Mac, do iPad e do iPhone para empresas!

 

Foto: iStock/ Halfpoint

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Veja também: