Segurança digital nas empresas: por que a Apple é superior

Creative idea concept with lock symbol and microcircuit illustration and hands typing on laptop on background. Protection and firewall concept. Multiexposure

Especialmente dentro do meio corporativo, a Apple é amplamente reconhecida pela qualidade de desempenho de seus dispositivos. Afinal, eles são capazes de processar qualquer tarefa e raramente necessitam de suporte técnico. Assim, não fica difícil entender por que o ecossistema Apple é utilizado nas maiores e mais bem-sucedidas empresas norte-americanas. Porém, há mais uma característica crucial que faz os equipamentos da marca serem tão requisitados – a segurança digital.

Mac, iPad e iPhone possuem avançados recursos para garantir que os dados de sua empresa nunca caiam em mãos erradas. Aliás, isso é feito em diversas camadas, que envolvem hardware e software, incluindo avançados mecanismos de criptografia. Abaixo, entenda melhor como esses recursos funcionam.

 

Dispositivos Apple: segurança digital em 5 camadas

 

1.     Hardware e software

Todos os dispositivos Apple possuem um processador dedicado exclusivamente à segurança, chamado Secure Enclave. Esse chip é separado do processador principal, garantindo que nunca seja acessado por alguém que tente invadir o sistema. Além disso, os sistemas operacionais do Mac, do iPhone e do iPad trazem o recurso de inicialização segura. Assim, quando é ligado, o dispositivo analisa todos os softwares instalados e bloqueia a execução de qualquer item suspeito.

 

2.     Criptografia

A partir do Secure Enclave, os equipamentos conseguem rodar recursos adicionais de criptografia e segurança digital. Assim, tanto o iPhone quanto o iPad apresentam uma tecnologia exclusiva de Proteção de Dados, que criptografa arquivos individualmente. Inclusive, pode gerar diversas chaves para partes diferentes de um mesmo documento. Ou seja: fica praticamente impossível que um hacker consiga decifrar o código.

Esse método também está presente nos computadores Mac equipados com o chip proprietário da Apple. Já em modelos anteriores, com processadores Intel, a criptografia é feita pelo FileVault, que codifica volumes inteiros de uma só vez.

 

3.     Segurança digital de apps

O uso de aplicativos é um dos pontos mais sensíveis quando o assunto é segurança. Afinal, muitos dos apps utilizados são desenvolvidos por terceiros. Por isso, a Apple é muito exigente quanto ao padrão de segurança dos aplicativos comercializados na App Store. Dessa forma, apenas apps verificados e confiáveis são disponibilizados na loja. Além disso, todos os aparelhos Apple possuem recursos que monitoram as atividades dos aplicativos e impedem que eles executem ações não permitidas.

 

4.     Serviços adicionais de proteção

Como se não bastassem todos os recursos descritos acima, a Apple ainda oferece serviços adicionais de segurança digital. É o caso do armazenamento de dados com o iCloud, por exemplo, que pode fazer o backup de todos os arquivos em nuvem. Assim, mesmo que um ou mais dispositivos sejam danificados, as informações de sua empresa sempre estão a salvo.

Além disso, há benefícios proporcionados pelo gerenciamento remoto de dispositivos. Afinal, com o Apple Business Manager e uma solução de MDM, é possível localizar equipamentos extraviados. Ou, se for necessário, pode-se até mesmo ativar o comando remoto para que o dispositivo apague todos os dados locais.

 

5.     Segurança de rede

Por fim, vale ressaltar que a Apple não mede esforços para garantir a segurança de dispositivos e usuários na internet. Afinal, estamos sempre conectados – ainda mais em tempos de home office. Por isso, iOS, iPadOS e macOS utilizam apenas os mais recentes e avançados padrões para conexões wi-fi e de rede celular. Dessa forma, a empresa promove um ambiente digital seguro para que o trabalho seja realizado tranquilamente de qualquer lugar.

 

Saiba mais: e-book gratuito sobre Segurança da Informação.

 

Quer saber como adotar a melhor solução de segurança digital para sua empresa? Então entre em contato agora mesmo com a iPlace Corporativo e fale com um de nossos especialistas!

 

Foto: iStock/Igor Kutyaev

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Veja também: